Ads 468x60px

Featured Posts

23 de janeiro de 2010

Tagged under:

Orações que sobem para memória diante de Deus

"... E o anjo disse: As tuas orações subiram para memória diante de Deus" (At 10.4)

Nem toda oração sobe a memória diante de Deus, e, muitas outras, por diferentes motivos, podem chegar a presença de Deus. É certo que subirão ou chegarão para a memória diante de Deus todas as orações a Ele dirigidas com sinceridade, como expressão de fé, de altruísmo (inverso de egoísmo) e de sentimentos correspondentes com os santos propósitos de Deus.
Orações despidas de egoísmo, de vanglória, sempre sobem ao céu. Mas me refiro a orações que subiram ao para memória diante de Deus por um motivo que sempre interessa ao céu.

Cornélio era o homem dessas orações que subiram ao céu, para a memória diante de Deus. Não estava ele orando pela estabilidade do seu posto privilegiado na coorte chamada italiana. Não orava pedindo a cura de enfermidades. Orava, sim, pela revelação do conhecimento da salvação, que era o forte anseio da sua alma. Orava com humildade; orava e jejuava regularmente. Orava e praticava uma generosidade aceita por Deus. Dele lemos "Fazia muitas esmolas ao povo e de contínuo orava a Deus. Esse homem observou claramente durante uma visão, cerca da hora nona do dia (15 horas no nosso horário), um anjo de Deus, que se aproximou dele e disse: As tuas orações e as tuas esmolas subiram para a memória diante de Deus".

As orações de Cornélio, que subiram para a memória diante de Deus, levaram o ardente desejo de se encontrar com Deus para ser salvo. E aí cumpriu-se o ditado popular: "encontraram-se o desejo e a vontade". De Deus esta escrito: "[Deus] deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade". Cornélio queria ser salvo, e orava a Deus, que quer salvar; e foi salvo. Mas observe isto: Cornélio não foi salvo somente porque orou, pois oração não salva. Orar é dirigir-se a Deus, é comunicar-se com o Deus Salvador. Também o anjo não veio pregar o Evangelho para Cornélio. Aos anjos não foi dada a missão de pregar o Evangelho. O anjo nem sequer falou de Jesus para Cornélio. Não disse: As tuas orações e as tuas esmolas subiram para a memória diante de Deus, já estás salvo, não precisas fazer mais nada para ser salvo. Nada disso!. O anjo disse: "Manda chamar Simão, por sobrenome Pedro, o qual te dirás palavras mediante as quais serás salvo, tu e toda a tua casa".

Não eram orações e nem esmolas de Cornélio que o salvariam. Não era o anjo que iria pregar para Cornélio. Era Pedro, o apóstolo, o pecador remido (resgatado) pelo sangue de Cristo (pelo sacrifício perfeito na cruz), que tinha a experiência da salvação.

Pedro, o então mensageiro da salvação, disse a Cornélio tudo que conhecia a respeito do Senhos Jesus, e que atravez de Jesus, Cornélio e sua família também poderiam ser remidos.

Cornélio já era movido pelo Espírito de Deus quando orava buscando o que era a sua maior necessidade - a salvação.

Quem ora preocupado com outras coisas, à parte da salvação, está orando erradamente ou subestimando o que a maior necessidade, ou buscando o que é terreno e passageiro; ou pior ainda, pode estar pondo em evidência o seu egoísmo.

Se a sua vida espiritual está abalada, se a sua comunhão com Deus está interrompida, se as dúvidas o assediam, se a esperança não o console, ore. Dirija-se a Deus. Deixe-o  ver o seu ardente e sincero desejo de reabilitação. Não morra longe de Deus. Reajuste-se com Ele. Lemos na Palavra: "Reconcilia-te, pois com ele, e tem paz, e assim te sobrevirá o bem. Se você está na condição de náufrado, na viagem da vida, clame: "SALVA-ME SENHOR". Faça com que as sua orações subam para a memória diante de Deus. A oração que sobe para a memória diante de Deus é aquela que é feita com coração sincero de conhecer a Deus. Cuide disso, e que Deus os abençoe.

0 comentários:

Postar um comentário

O que você achou deste artigo?
Me reservo o direito de não publicar comentários de anônimos e/ou contendo xingamentos ou spam.